Esclarecimentos sobre exames de CW

Recentemente a LABRE foi consultada pela ANATEL a respeito de proposta para a remoção da prova de recepção e transmissão de telegrafia para obtenção do COER, advinda de órgãos internacionais. Baixe e/ou leia o ofício com maiores esclarecimentos sobre o tema:

 


Print Friendly, PDF & Email

52 Replies to “Esclarecimentos sobre exames de CW”

  1. O CW é uma modalidade muito admirada no radioamadorismo.
    Obrigatoriedade para ingresso na classe B acho desnecessário.

    Indicativo : PU2LSB
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    10
    2
  2. Se continuarmos pensando dentro caixa o hobby acaba. Essa mudança é mundial! Ou aceitamos ou seremos atropelados progresso. Os EUA em 2003 deixou de exigir a prova de telegrafia! De 500 mil estações licenciadas foi para 950 mil!!!Todos foram beneficiados .Agora se o orgulho impede essa mudança é simples de resolver… Dá baixa na licença e vá criar galinhas.

    Indicativo : PU1SJL
    Labreano : CONTRIBUINTE LABRE/RJ
    22
    4
    1. Temos no Brasil aproximadamente 40 mil radioamadores, e sinceramente não vejo diariamente ativo nem 10% ou para ser realista nem 5%! Voce quer numeros ou qualidade?

  3. A qualidade de nossos radioamadores já vai de mal a pior… 40 metros em SP tá igual VHF dos anos 90. Imagina como n vai ser agora. Sou contra a extinção do CW. Não sou CWblista, estudei e passei. Muito fácil. Isso aí é pq o pessoal tem PREGUIÇA. Jeitinho Brasileiro….

    Indicativo : PY2ECM
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    8
    25
  4. Será humilhante o Classe C aceitar essa ascensão de PELO AMOR DE DEUS E DE POR FAVOR. Fui Classe D em 2005 , em 2006 Classe C , e após longos anos resolvi estudar sozinho telegrafia e passei para Classe B em 2017, e por fim Classe A em 2018. Se eu consegui passar qualquer outro consegue, mas é muito mais fácil esperar cair do céu como um milagre. A grande verdade é que o PU sonha em fazer fonia em 40M e quer ser chamado de Papa Yankee. Minha parte eu fiz e com toda certeza vou andar de cabeça erguida em todas as bandas porque venci o TEMIDO CW E PASSEI POR MERITOCRACIA SEM TER QUE FICAR DEFENDENDO FAVORES A NINGUÉM.

    Indicativo : PY1LV
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    4
    25
    1. Seu comentário sugere mais uma revolta pelo não reconhecimento de seu esforço realizado para se tornar classe A (parabéns by the way) que qualquer outra coisa. Não é humilhante para um PU subir de classe como não é/foi para um general class nos EUA ser promovido para extra class pela redução de ppm na prova.

      Não vejo PU’s pedindo para se tornar PY. Normalmente PU’s estão em VHF e não em HF devido a inúmeros fatores, tais como: custo de equipamentos, dificuldade de operação, paciência para janelas de propagação, falta de conhecimento de outros idiomas, tamanho de antenas e assim por diante. Sonhar em fazer fonia em 40m? Para quê? Os novos querem hoje os modos digitais e não fazer DX em 80m (ou 40 ou 160).

      Finalmente, já foi provado (e bem mostrado por PU1SJL acima) que a remoção do exame de telegrafia ajuda o hobby como um todo. IMHO, o exame técnico deveria ser mais rigoroso, principalmente para a promoção de classes já que telegrafia seria removida. Fora isso, a mudança seria boa para todo o hobby pois afasta o fantasma da telegrafia dos mais novos.

      De meu lado, continuo a fazer CW em HF como PU, onde sou considerado uma “mosca branca” justamente por ser um “classe C” fazendo CW. Este é o motivo pelo qual não mudei de classe desde 1992 quando tirei meu COER e não mudarei agora.
      Falar em 10m com 1Kw na antena é sopa. Pedreira mesmo é QRPP em 160m 🙂

      73′
      Mike – ON/PU2UNV (ex PU2UTC)

      13
      2
      1. Dizer que não tem PU pedindo para ser PY e piada!! A maioria tá com o sorriso nas orelhas com a possibilidade do fim do CW. Custo de equipamento e tamanho de antenas não é barreira para não estar no HF, afinal o verdadeiro radioamador vai dar um jeito de montar a antena adequada para seu espaço , fora que tem equipamentos de HF que funciona muito bem por R$1500,00 que é quase o preço de um VHF bom, há não ser que você se referiu aos operadores de Baofeng!! Agora você como Radioamador parou no tempo, se realmente sabe CW porquê não subir de classe? Estranho!! Vou guardar seu indicativo para sempre acompanhar e quero ver se com o fim do cw você vai continuar classe C.

  5. Agora vai virar bagunça…. se o exame continuar como está…. sendo um plágio a prova da própria “apostila”. Quem realmente lê as normas, portarias e a lei? O rádioamadorismo é progressista…. e porquê abandonar a essência das comunicações em sua modalidade o ” CW”? Em sua maioria quem faz críticas não tem capacidade de aprender ou têm medo… Sendo que o CW é algo tão bacana que muitos geram barreiras e acham que é muito difícil; sendo que não é. A crítica normalmente é naquilo que se desconhece.
    E para finalizar, com relação a deslixia e problemas auditivos, não bastaria um documento de um médico para a liberação do exame? Tenho dúvidas se a remoção do exame é assim tão benéfica. Hj em dia o radioamadorismo, me parece, se resume a apertar o PTT… Quem sabe inserir assuntos no exame tbm relacionados a antenas. Uma simples dipolo que seja!? Fazer um transmissor então me parece coisa impossível….E assim se perde toda a questão da experimentação que é o radioamadorismo. Enfim final dos tempos! 73, QRV

    Indicativo : PY2DMX
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    3
    22
  6. Pois é, eu imaginei que não veria esse dia, meus parabéns a toda as pessoas de bem envolvidas nessa histórica decisão, Não cabe a mim dizer se é certo ou errado, digo que muito me agrada a retirada do CW nas provas de classe B, não me agrada a modalidade, prefiro fazer fonia ou FT8, já utilizei de programas para codificar e decodificar o CW e mesmo assim não me adaptei, é preciso respeito por parte das pessoas quanto a preferência das outras. Infelizmente alguns acreditam ser donos das faixas como pode ser lido em comentários anteriores. Seria justo exigir uma prova de digitais para classe B já que os tempos são outros? Interessante dar aos que gostam da modalidade CW um ” Status a mais ” como radioamador. Agora eu pergunto, é interessante dar um ” status a mais ” a um radioamador que comprove através do QRZ.com contatos confirmados em vários estados de seu pais ou contatos confirmados em outro pais? Seria interessante dar um status a mais ao radioamador que possa comprovar que ele mesmo fabricou sua antena, seu microfone, sua fonte ou até mesmo seu rádio? Muitos simplesmente compram o que há de melhor e usam, nada contra isso, bem que eu gostaria de ter condições de comprar ” o melhor rádio ou a melhor antena “, mas não somos pesquisa , desenvolvimento , ciência e tecnologia ?
    O que me motivou a ser radioamador na época que operava a faixa dos 11 metros, foi fazer mais amizades, trocar experiências e projetos, alcançar maiores distâncias utilizando de outras faixas e mais potência, aumentar meus conhecimentos daquilo que me interessava dentro das minhas possibilidades. Parece que alguns preferem ficar isolados com pequenos grupos, tanto faz não me importo, vou continuar fazendo o que gosto e se me for dado o direito de fazer uma prova para ampliar as faixas que posso operar sem provar que sei fazer uma modalidade que não me agrada, sim eu farei. Estamos sendo esquecidos graças aos avanços tecnológicos nas comunicações, mais união dos que tem o mesmo hobby em comum seria bem vindo. É muito legal quando um grupo de amigos se reuni na casa de alguém num final de semana para ajudar a instalar uma antena e tudo mais que uma estação precisa e assim ter mais um amigo na faixa não é? Lembra disso? Já tiveram essa experiência?
    Enfim vamos aguardar os próximos capítulos e que seja feito o que for melhor para todos e para o hobby. Forte 73 a todos.

    Indicativo : PU2TBK
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    24
  7. Acho que cw dever ser somente para classe a e a classe b so rádio eletricidade para promoções

    Indicativo : Pu2 mfj
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    2
    7
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

      24
      4
      1. ERRATA:

        Onde se lê:
        “A ANATEL comunicou à LABRE sobre esta mudança, …”

        Leia-se:
        “A ANATEL comunicou à LABRE sobre a possibilidade desta mudança, …”

        2
        2
        1. Caro colega Marcone, bom dia
          Há alguns dias atrás, tomei conhecimento de uma notícia anunciada EQUIVOCADAMENTE através de um vídeo na página do colega PY2FRR, Fábio Rodrigues Ribeiro no Facebook e disseminada também por vários grupos de whatsapp, como sendo líquida, certa e já aprovada a retirada do CW nas provas para promoção de classe.

          Ciente de que mais cedo ou mais tarde isto se tornará uma realidade, mas que para isso ainda depende de um acordo LABRE/ANATEL, consulta pública, mudanças na aplicação da prova sobre outros tópicos e a publicação da alteração na Resolução nr. 449, sugiro que o seu comentário esclarecendo que AINDA não é uma decisão até o presente momento e sim uma POSSIBILIDADE desta mudança, fosse publicada/comentada lá também.

          O que foi colocado naquela página equivocadamente e disseminados por outros meios, como comentei, causou uma expectativa e comentários distorcidos por uma grande maioria de colegas da classe C, como que contando com o ovo frito, antes de ser posto pela galinha. hi hi.
          Daí a minha sugestão de como está Presidente do Conselho Diretor da LABRE, esclarecer que para que esse “sonho” dos colegas classe C torne realidade, ainda existe um longo caminho a ser percorrido.
          Grato
          73’s
          PY4EP – Phil

          2
          1
          1. Caro Phil, saudações. Em primeiro lugar, grato pela compreensão do tema e pela sua preocupação. A imagem com a explicação do Marcone foi postada em mais de 20 grupos do facebook e mais de 30 grupos no whatsapp por mim, além dos compartilhamentos de outros colegas dos quais não tenho conhecimento. Porém, nada impede que o amigo também difunda esta imagem em suas redes sociais. Fique à vontade para isso, caso deseje. Forte 73!

  8. Boa noite, que ótima noticia. Muito esperada essa revisão da resolução 449, principalmente com a retirada da exigência do CW para promoção de classe. Inclusive sugiro que para os amantes do CW seja possível criar a categoria E de Especial, para quem quiser ostentar que é CWblista de carteirinha.

    Indicativo : PT2DF
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    41
    7
    1. E digo mais Joel, para aqueles que querem ostentar que é CWblista, sugiro que a Anatel aplique uma prova de reciclagem, duvido que todos os Classes B e A saibam do CW… Utilizar programas de computador é fácil.

      Um abraço

      38
      6
      1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

        13
    2. Olá Joel, bom dia
      Não é necessário criar uma categoria “especial”
      Na própria legislação já tem separadas por espectros as subfaixas em cada banda onde o CW é de uso PRIMÁRIO, ou seja, ali só se pode transmitir em telegrafia, outros modos não e disponibiliza/autoriza a transmissão em todas as demais frequências, também de todas as bandas, como uso SECUNDÁRIO, ou seja, a fonia ou outros modos ( digital, SSTV, etc. ) tem prioridade, não podendo se transmitir CW se aquela frequência estiver ocupada por um desses outros modos.

  9. Na minha opinião, o exame de recepção e transmissão de telegrafia deveria ser mantido para radioamadores classe B como forma de incentivo aos radioamadores classe C a promoção de classe.

    Indicativo : PY2PM
    Labreano : CONTRIBUINTE LABRE/SP
    11
    38
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

      13
  10. Saudações. Sobre abolir o CW na prova para promoçãode classe, na minha opinião, já seria uma descaracterização do radioamadorismo, mas se é a pedido da maioria, não vou entrar no mérito. Mas agora exigir comprovação de contatos, e ainda comprovação via Internet, é o cúmulo do absurdo. Os contatos entre radioamadores não são a única forma de uso do rádio. Temos a área científica, eletrônica, de engenharia e construção de antenas, etc. A própria legislação diz isso. O contato com outros radioamadores é apenas uma modalidade de uso do rádio e na minha opinião, não deveria ser requisito para promoção de classe. Obrigado.

    Indicativo : PY9CD
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    25
    3
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

      8
      1
    2. Concordo plenamente com a sua posição sobre ser inadequada a exigência de comprovação de contatos para promoção de classe. De fato, essa não é a única forma e nem a melhor forma de qualificar o uso do rádio, visando uma mudança de classe.
      PU1KJA
      Associado Labre/RJ.

  11. Saber como associar a LABRE no RS cidade de Santa Maria qual o valor de associar-se .

    Indicativo : Pu3ils
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    1
    1
  12. Boa noite a todos,ja estava mesmo na hora de fazer essa retirada do cw pois o uso dessa modalidade e feita por poucos,a comunicaçao evoluiu muito,e tambem deve ser abordado a questao da radioeletricidade pois o reparo so e possivel por tecnicos.

    Indicativo : Pu4maj
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    20
    9
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

  13. Espero que facilite a entrada de.novos radioamador para classe B sou a favor da retirada cw nos exames e ser opcional como é As modalidade digital por.ex.ft8 etc

    Indicativo : Pp6gm
    Labreano : CONTRIBUINTE LABRE/SE
    16
    7
  14. Ocorrendo essa ABERRAÇÃO dou baixa na minha outorga no outro dia. Vou preferir criar galinhas como hobby do que dividir minhas bandas de HF com apertadores de PTT.

    Indicativo : PY1LV
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    7
    35
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

    2. Caro colega… É um comentario muito infeliz da sua parte! Tenho 41 anos de idade, sou engenheiro eletricista, radioamador classe C desde 2007. Sou apaixonado por RF! Fiz meu primeiro transmissor em AM com uma valvula PL519 (famosa saida horizontal das antigas TV). Não sou apertador de PTT!!! Adoro DX!!! Eu fabrico minhas proprias antenas, fontes de alimentação e lineares! Basta olhar algumas fotos no meu QRZ ou Facebook! Infelizmente não interesse nenhum em trabalhar com CW! Faço questão de elaborarem provas bem pesadas em etica, legislação e o principal RADIOELETRICIDADE!!!!
      RICARDO – PU4GOL

      13
      1. Caprichar nas perguntas de ética né Ricardo, depois de um comentário desse arrisco dizer que é melhor ter só prova de ética e quem sabe uma de humildade rs.

    3. Por essa entre outras que o Brasil é um país do quinto mundo.Todos os países que seguiram essa linha de raciocínio tipo os EUA entre outros, houve um progresso sensacional .

      5
      1
  15. Eu acho sensato plenos classe B e apri.orando mais o contesto de sentir real interesse do radio amador por e amplo se o cidadão tem acima de dez anos de indicativo não ter dado polêmica na faixa e ter acima de 60 anos até por Lazer pois só nos 80 MT e muito limitado e tiraria bom radio amadores da candestinidade Faxinha⁸

    Indicativo : PU4 WPH
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    20
    3
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

      10
  16. A Labre não deveria autorizar a promoção da classe sem a prova de cw, para a promoção a classe bravo devemos ter disciplina de estudos, alguns colegas preguiçosos não gostam de estudar, de ter disciplinas, organização. Para adquirir uma licença de caminhão devmos passar por processos com o equipameneto, o detran não vai mudar a aplicação da prova, pelo simples motivo de alguns elementos preguiçosos e indisciplinados não querem praticar.

    Indicativo : Py1 lk
    Labreano : ISENTO
    7
    39
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

  17. A modernização do sistema é primordial. Poucos se encontram no CW mas estes poucos se encontram nos modos digitais, é a modernização tecnica que acontece numa rapida velocidade, enquanto que a modernização legislativa caminha em passos lentos. Troquem a prova de CW por uma prova de Modos Digitais.

    Indicativo : Pu2oeb
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    18
    9
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

  18. A Anatel quer acabar com o exame de CW e prejudicar o futuro do radioamadorismo brasileiro por que seus tecnicos de telecomunicacào e eletricidade nào dominam essa tecnica como deveriam e se torna muito dificil realizar esses exames. Sò acho que a Anatel deveria mandar capacitar seus funcionarios ou abrir concurso publico para profissionais da àrea.
    Quero ver se agora publiquem meu comentario!

    5
    33
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

  19. A Anatel quer acabar com o exame de CW por que seus tecnicos de telecomunicacào e eletricidade nào dominam essa tecnica compo deveriam e se torna muito dificil realizar esses exames. Quero ver se agora publiquem meu comentario!

    Indicativo : py8mgb
    Labreano : NÃO ASSOCIADO
    5
    32
    1. A retirada do CW, nos exames de radioamadorismo, não sofreu nenhuma ingerência da LABRE, nem contra nem a favor. A ANATEL, “COMUNICOU” a LABRE sobre esta mudança, para atender as normas de reciprocidade com outros países, proposta pela CITEL, para atender, por exemplo, a emissão de licença IARP. Coube a LABRE, “acatar” a decisão tomada pela ANATEL, que “acatou” a decisão da CITEL. Diante do fato consumado, a LABRE também “acatou”, uma vez que somos obrigados a cumprir a legislação, mas condicionamos que as provas sejam atualizadas e readequadas para o ingresso e promoção ao serviço. Neste “pacote” deverá haver uma revisão da norma 449, onde a LABRE participará e dará oportunidade a classe, para opinar.

      10
      1

Deixe uma resposta

O campo marcado com asterisco vermelho, é de preenchimento obrigatório. "palavras ofensivas ou de baixo calão não serão publicadas"

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Deseja associar-se? procure a LABRE do seu Estado e se necessário entre em contato com secretaria@labre.org.br. Agradecemos seu interesse em apoiar as ações da LABRE, em benefício de todos nós. Lembramos que o interessado pode associar-se a LABRE de qualquer Estado, nos termos do Art. 35 do Estatuto da LABRE

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.