Homologação de equipamentos

LABRE realiza reunião com setor de certificação na ANATEL

No dia 4 de abril de 2018 a LABRE realizou reunião em Brasília, para apresentar ao setor de certificação da ANATEL as propostas enviadas para a Consulta Pública 33, sobre futuro Regulamento de Avaliação da Conformidade e Homologação de Produtos para Telecomunicações. A LABRE reforçou as características experimentais e sem fins lucrativos do Serviço de Radioamador, defendeu manutenção das condições dadas por regulamentos específicos aos equipamentos caseiros e equipamentos antigos, propôs tratamento semelhante para os equipamentos modificados através de redação próxima da praticada no exterior, por exemplo, pela Diretiva Europeia 2014/53/EU. A LABRE também solicitou a simplificação e redução de custos nos procedimentos operacionais. A ANATEL comentou que analisará as sugestões e que manterá o contato com a LABRE.

Fonte: PT2ADM – Gustavo
Presidente do Conselho Diretor da LABRE

Print Friendly, PDF & Email

25 Replies to “Homologação de equipamentos”

  1. Infelizmente tbm estarei dando baixa no meu indicativo ,não só eu mas vários colegas já se pronunciaram em fazer o mesmo, não vou bancar mais ainda esse país corrupto, isso simplesmente é mais uma forma de ganhar dinheiro nesse paiszinho de merda, isso está contribuindo para o fim do radioamadorismo no Brasil é uma pena. Isso é apenas um hobby será que não entenderam isso ainda!!!!
    Sabe o que vai acontecer, vai ter um grande aumento de clandestinos, , a Anatel pra mim morreu acho que o único órgão que ainda se podia dizer que tinha algum valor nesse país, acabou de dar um tiro no pé.
    Não vou pagar homologacao de 3 rádios tenho um HF um VHF é um Px, eles estão de brincadeira, nós não trabalhamos no governo nao sou deputado nem nada pra ter tanto dinheiro assim pra gastar em rádios, eu simplesmente trabalho duro o dia inteiro pra chegar a noite ou fim de semana ter um pouco de lazer com que eu mais gosto mas nem isso vou poder mais , tenho muitos outros impostos mais importantes a serem pagos , tenho vergonha de morar nesse país, se eu pudesse ia embora hj daqui
    Desculpem meu desabafo

  2. Não concordo como.. esta sendo feito .. PERGUNTA !? COBRA 148GTL 40 CANAIS É HOMOLOGADO ?
    HOJE CRIOU-SE A CATEGORIA BRASILEIRA ,, ” RADIOAMADOR ,PREFIXADO CLANDESTINO, todo radioamador hoje que tiver seu radio comprado na década de 80 ..90 ..2000.2010. e por ai vai é um radioamador prefixado fora da lei !

    Isso TUDO porque!!! Mesmo que seu equipamento não transmita fora das frequências ,estabelecidas aqui no Brasil , mesmo com POTENCIA CERTA,, LAUDO de conformidade técnica ,
    mesmo com cabo Homologado , diga-se as galinhas, não fui eu quem homologou!!! já me venderam assim ,
    ESTAREI sendo multado , e tendo meu equipamento recolhido ,como Clandestino que sou ,ou prefixado clandestino .. Eu não sei oque é mais inútil nesse pais , TIRAR LICENÇA DE RADIOAMADOR ,ou tirar TITULO DE ELEITOR , confesso que estou na duvida aqui agora ..
    Por que nos dois casos NÃO VALE NADA .. UMA MINORIA DECIDE E PRONTO!
    Vamos agora, aqui do dia para noite , do nada , aqui nessa mesa de restaurante !!
    Determinar que o Radioamador Brasileiro,, agora é obrigado a pagar 500 reias ou menos!!! Não sei o valor exato…porque nem isso eles se dão o trabalho de esclarecer !!!,
    Na verdade não interessa!!!! Pois vou dar baixa na licença e vender toda estação ..
    Que é só um radio e fonte ,pois aqui, para usar um radio Homologado pela FCC ,que não foi modificado , eu sou multado por não ter um adesivo ..
    Sinceramente com o modo que esta sendo imposto GARGANTA DENTRO !!
    Isso esta sendo, cobrado como imposto sem direito a reclamar ou em poucas palavras Paga e cala a sua boca .. RADIO-TROUXA!!
    Prova que o Brasil é um pais do retrocesso , OS BEM INTENCIONADOS AQUI SÃO SERVOS DO DINHEIRO ..ENTÃO DESDE DE 1980 SÓ AGORA SAIU A DECISÃO ??
    Me sinto roubado .. desmotivado ..E RECOMENDO AOS RADIOAMADORES QUE NÃO CONCORDE EM SEREM OBRIGADO A PAGAR ESSA MULTA, IMPOSTO,QUINTO ,CONTRIBUIÇÃO OBRIGATÓRIA,,,KIT PRIMEIROS SOCORROS , GALÃO DE GASOLINA ,COM SELO DO INMETRO .. PARA TER DIREITO AO SEU HOBY..LAZER…
    BAIXEM O INDICATIVO .. ESTOU CONVICTO QUE NÃO VALE A PENA SER ROUBADO TAMBÉM NO ÚNICO LAZER QUE ME DA PRAZER !!
    PS: DESDE DA DÉCADA DE 80 NÃO TINHAM COMO FAZER NADA CONTRA A ENTRADA DE RADIO ,VIA PARAGUAY , AGORA POSSO ACREDITAR QUE ESTA TUDO RESOLVIDO ..
    NÃO TERÁ MAIS VENDEDOR DE RADIO SEM SELO DA ANATEL E O MAIS IMPORTANTE .. OS PREÇOS DOS RADIOS NO BRASIL , SERÁ MAIS ACESSÍVEL PARA O ESCRAVO BRASILEIRO ? COM IMPOSTO E HOMOLOGAÇÃO E TUDO ??

    EU SEMPRE FUI CONTRA A AFIRMAÇÃO QUE O ROBY RADIO AMADORÍSTICO ERA COISA DE ELITE , GENTE RICA !!.. HOJE VOCÊS ME DERAM MOTIVOS FORTES PARA CRER QUE É, MESMO A REALIDADE !!
    ATT.. DECEPCIONADAMENTE , INFELIZMENTE .. PU4CWW RADIO PREFIXADO CLANDESTINO SEM SELO DA ANATEL DE 500 REAIS !! A REALIDADE AQUISITIVA DAS PESSOAS DO LADO DE CA É UM POUCO DIFERENTE DA DE VOCES!!

  3. Concordo com a maioria das opiniões e que a Labre nacional seja ouvida porque essas normas foram adotadas de cima para baixo e precisamos de consultas publicas transparentes e amplas , para que não aconteçam distorções . Vamos lutar por normas justas e plausíveis para todos os interessados em telecomunicações, principalmente os radioamadores.

  4. Acho que o equipamento uma vez homologado não precise mais de burocracias, porque esse sistema de homologação pessoal só para radioamadores? E intransferível? Acho que estamos pagando uma conta que não é nossa.

    1. To reforçando com o Jair Bolsonaro esse assunto de alguma forma vamos ver se vai pra frente agora ..estou em contato com mas 3 Deputados no escuro que não vai ficar mais isso pagar homologação da homologação.

  5. Mauricio Porfirio Cezário:
    19/04/2018 ás 08:44
    Se a Anatel homologa os equipamentos para serem comercializados no pais porque nos radioamadores que já temos grande dificuldade em adquirir tais equipamentos teremos que pagar mais uma taxa, e esses equipamentos muitas das vezes são usados.
    Não concordo com está cobrança.

  6. O Edison, Os equipamentos normalmente vem do exterior e sabemos nós , por diversas vias. E aí fica difícil sua colocação.O fato é que a Anatel deve é no considerar como sempre foi, experimentadores. Como exemplo criação de rádios transmissores, antenas, microondas, sterilair etc
    Espero uma tomada de atitude séria com relaão ao tema junto a nossa ANATEL e ao Ministro da pasta

  7. O maior problema é a informação truncada, até entre os próprios funcionários da Anatel existe divergências, e cada fiscal trabalha com a sua interpretação.

    1. Basta responder, de onde veio seu rádio? Comprou de alguma empresa que importou e homologou com direito à comercialização? Ou de algum emportador do Paraguai?

  8. Creio que homologacao e para i servico prvado e radio comercial ..Na ultima informacao que tive os radios antigos nao precisavam mais.Alem de no site da Anatel ter os radios homologados .Quanto se gastara para homologar? Engenheiro..Laudo etc.Anatel nem tem gente para barar piratas que infestam todas as faixas.Inclusive da policia aviacao navios etc De maneira que os praticos dos navios nem usam mais radio so celular .Devido a interferencia poder causar desastres.

    1. Nelson, muito bem colocado sua observação quanto aos custos de homologação.
      Em conversa com um lojistas que vende transceptores novos, este me informou que gira em torno de 25 mil reais por modelo.
      Impossível para um radioaficcionado.

      1. Eu acho que a Labre Central deve contestar esta atitude da Anatel, tendo em vista que o radioamador é um experimentador a exemplo de portugal e outros países. Basta um equipamento ser homologado para ser automaticamente estendido a todos os radioamadores. NAO É CRIAR TAXA.Repito nos somos experimentadores e desta forma podemos até criar equipamentamos experimentalmente.Portanto é ilógico o que esta sendo colocado e destruindo com esta medida o já combalido radioamadorismo. Nós somos amadores e não profissionais.Isto é um verdadeiro absurdo.
        Sergio Vianna PY1UA

      2. Bom dia Eduardo,

        Segue uma cotação um pouco mais coerente, qualquer dúvida estou a disposição…

        Ricardo, bom dia.

        Segue cotação solicitada para sua análise.

        HF Transceiver
        Modelo: TS-850S
        Características técnicas:
        Alimentação: 12-16VDC (13.8 VDC reference)
        Máxima dimensão física: 339 mm
        Máxima potência de saída: 100 W

        Ensaios aplicáveis:

        Ensaios:
        – Potência máxima de transmissão
        – Largura de faixa
        – Emissões espúrias

        Estamos considerando:
        – Uma faixa de frequência (canal inicial, central e final)
        – Uma potência (o ensaio será realizado em máxima potência)
        – Uma modulação (o equipamento apresenta 5 modos, cada um com uma modulação, caso seja necessário realizar os ensaios em todas as modulações, o valor do ensaio deverá ser revisado)

        Observações:

        O cliente deverá fornecer amostras com saída de RF (N, BNC, SMA, entre outros) disponível e todos os recursos necessários para a realização dos ensaios (software, cabos e suporte técnico).

        Quantidade de amostras:

        1 amostra

        Prazo para execução (dias):

        5 dias úteis incluso relatório

        Valor: R$ 3.500,00

        Disponibilidade do laboratório:

        As datas definitivas de início dos ensaios serão informadas quando da aprovação da proposta, e dependem da confirmação dos Srs. quanto à entrega do equipamento a ser ensaiado juntamente com acessórios necessários e da confirmação da adequada configuração do equipamento para os ensaios.

        Os equipamentos enviados para testes ou ensaios assim como os equipamentos auxiliares vindos de fora do CPQD, deverão vir com NOTA FISCAL.

        Este e-mail possui caráter informativo e não deve ser considerado como proposta comercial. Caso concorde com o mencionado acima, emitiremos proposta formal.

        Att,

        Filipe Pirão
        Gerência Comercial – Vertical Indústrias
        Vice-Presidência Comercial – CPqD
        Tel.: +55 19 3705-7169 / Cel: +55 19 99603-4027
        Fax: +55 19 3705-6776
        fpirao@cpqd.com.br
        http://www.cpqd.com.br

  9. Eu como rádio amador prefixado,acho que a homologação de aparelho de comunicação é de responsabilidade do fabricante do aparelho, todos equipamentos já tem que vir homologados,a patente é responsabilidade deles, é minha opinião.

    1. Muito interessante essa sua afirmação. Até hoje procuro entender a razão dessa exigência de homologação de um equipamento importado já que é de conhecimento de todos nós radioamadores que: NENHUM LANÇAMENTO DE UM EQUIPAMENTO NOVO EM PAÍSES MUITO MAIS DESENVOLVIDOS QUE O NOSSO E QUE DETÉM TECNOLOGIA MUITO AVANÇADAS NÃO LANÇAM EQUIPAMENTOS QUE NÃO ESTEJAM DENTRO DE PADRÕES RIGOROSSICIMOS ESTABELECIDOS. SÃO FEITOS TODOS OS TESTES ONDE SÃO AFERIDOS TODOS CIRCUITOS E POR UM PERÍODO ATÉ LONGO. E NÓS NÃO TEMOS NENHUMA INDÚSTRIA DE EQUIPAMENTOS TEMOS DE NOS SUBMETERMOS A ALGO QUE JÁ FOI FEITO. É UM ABSURDO. TEMOS SIM QUE NOS MOBILIZARMOS PARA ACABAR COM MAIS ESSA IMPOSIÇÃO DE UM ÓRGÃO QUE SE DIZ FISCALIZADOR QUE. …….VOCÊS SABEM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *