Ouça o QTC FALADO pela Rádio LABRE!

Ouça o QTC FALADO pela Rádio LABRE!

Esta é a Rádio LABRE, mais uma forma de acompanhar os QTC FALADOS mensais.

Para ouvir, clique em Play abaixo:




Free Shoutcast HostingRadio Stream Hosting

Até às 20:59, transmitiremos reprises de QTCs já transmitidos.

A partir das 21:00 de hoje, ouça o primeiro QTC Falado de 2021 ao vivo!

Para ouvir o QTC via rádio, acompanhe as opções:

📟 40 metros7.123 kHz
📟 DMRTG 724942
📟 D-STARXRF 724-D
📟 C4FMBRAZIL_724

LABRE reúne-se com a Presidência da ANATEL

LABRE reúne-se com a Presidência da ANATEL

No dia 12 de janeiro de 2021 a LABRE se reuniu virtualmente com a Presidência da ANATEL para tratar dos temas montagens artesanais e exames de ingresso e promoção de classe para o Serviço de Radioamador.

Durante a reunião, a LABRE fez uma apresentação sobre o Serviço de Radioamador mostrando suas diversas atividades e características experimentais tanto no Brasil quanto no exterior e também mostrou um histórico das normas e regulamentos no Brasil onde a isenção de homologação das montagens artesanais sempre esteve presente.

Setores da ANATEL recentemente têm interpretado sobre a possibilidade de homologação também desses equipamentos. A LABRE mostrou que existem exceções pontuais sobre homologações para outros serviços por meio de regulamentações específicas e, no caso dos equipamentos artesanais no radioamadorismo, isso está claramente presente na própria Resolução 697 em vigor. A LABRE também explicou que os equipamentos de montagens artesanais são submetidos a constantes modificações e aprimoramentos pelo radioamador devido as características experimentais e educacionais inerentes à própria atividade do serviço, não configurando o artesanal um produto acabado ou de inserção no mercado. A LABRE defendeu que este tradicional entendimento da isenção continue prevalecendo. O assunto continua em discussão interna na Agência. .

Durante a reunião a LABRE parabenizou a ANATEL pela iniciativa dos exames online, mencionou a necessidade de atualização e modernização no conteúdo das provas, se colocando à disposição para colaborar nesta ação e a realização de possíveis convênios e parcerias neste setor.

160 anos do nascimento do Pe. Landell de Moura, inventor do rádio

160 anos do nascimento do Pe. Landell de Moura, inventor do rádio

As comunicações via rádio são talvez a descoberta mais marcante do século passado, a mola-mestra que impulsionou o desenvolvimento de inúmeras tecnologias hoje corriqueiras. Os radioamadores, mais que quaisquer outros grupos que labutam na área, têm uma relação fraternal e passional com as ondas hertzianas. Esta relação com a radiofrequência é o que tem nos movido desde que o primeiro experimentador começou a explorar aquelas estranhas e revolucionárias ondas, há mais de 100 anos.

Aqui no Brasil, o trabalho do religioso, cientista amador e inventor Roberto Landell de Moura é tido como pioneiro por muitos pesquisadores, ainda que seu nome permaneça relativamente desconhecido do grande público, lamentavelmente.

Eleito e declarado como o Patrono do Radioamadorismo Brasileiro desde o dia 25 de Setembro de 1981 pelo então Conselho Federal da LABRE, Pe. Landell, como é conhecido, permanece para nós como o verdadeiro inventor do rádio, a partir de suas experiências realizadas no final do século 19.

A primeira demonstração pública de seus inventos ocorreu no dia 3 de junho de 1900, tendo como testemunhas o cônsul britânico em São Paulo, Percy Charles Parmenter Lupton, mais autoridades brasileiras, empresários e populares, “as quais foram coroadas de brilhante êxito”, conforme noticiou o Jornal do Commercio. No ano seguinte, conseguiu a primeira patente de seu invento, rumando em seguida para os EUA, aonde passaria os quatro anos seguintes. Lá também registrou patentes de seus inventos.

Apesar das demonstrações feitas com sucesso, ao retornar ao Brasil ele não conseguiu sensibilizar as autoridades para reconhecerem suas descobertas, vítimas do obscurantismo e de falta de conhecimento do que estava sendo feito pelos cientistas em outros locais do mundo na recém descoberta área das telecomunicações sem fio.

Desiludido, o padre Landell de Moura abandonou suas pesquisas e dedicou-se somente à vida religiosa a partir daí. Ele faleceu no dia 30 de junho de 1928, vítima de tuberculose, em Porto Alegre, RS.

Nos anos seguintes ele permaneceu no anonimato. Porém, aos poucos, seu legado vem sendo redescoberto e sua história reconstruída e divulgada. Além dos radioamadores, que têm nele o seu Patrono, muitas pesquisas acadêmicas têm sido desenvolvidas em torno de sua vida e obra e livros têm sido publicados, o que tem contribuído para que o nobre padre-cientista seja cada vez mais conhecido em nosso país.

Neste dia 21 de Janeiro de 2021, a LABRE homenageia nosso Patrono pelos seus 160 anos. Embora sua presença física já nao esteja entre nós, sua vida e sobretudo o seu legado permanecem vivos em nossa memória.

Viva, Padre Roberto Landell de Moura!

Apresentamos em seguida um documentário produzido pela TV Senado há alguns anos denominado “Padre Landell, Fé na Ciência”, de conteúdo inestimável:

Para maiores informações, consulte os sites sugeridos abaixo:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Roberto_Landell_de_Moura
http://eusoufamecos.uni5.net/vozesdoradio/perfil-por-guilherme-landell-de-moura/
https://diariodocomercio.com.br/economia/landell-antecedeu-marconi/
https://gauchazh.clicrbs.com.br/comportamento/noticia/2021/01/landell-de-moura-os-160-anos-do-padre-cientista-gaucho-que-inventou-o-radio-ckjvkjeiw000g017wmk7ui9y3.html
https://agencia.fapesp.br/quem-inventou-o-radio/5636/
http://ps7dx.qsl.br/pe-landell-nosso-patrono/

 

LABRE reúne-se com a Presidência da ANATEL

Equipamentos artesanais: LABRE reúne-se novamente com a ANATEL

No apagar das luzes de 2020, em 29/12/2020, a LABRE participou de mais uma reunião por meio de videoconferência com a ANATEL. Na pauta, o tratamento da Agência com relação aos equipamentos artesanais, aqueles construídos pelo próprio radioamador, dos quais atualmente é exigida a homologação/certificação.

A LABRE, já no mês de Abril de 2020, comunicou a Anatel por meio do Ofício Nº 17 todos as exigências aos Radioamadores relacionadas à certificação com as quais não concordava, explicitando-as. Desde então, estes pontos têm sido discutidos, tendo ficado a Anatel por repassar uma resposta formal a este ofício, item a item.

Nas reuniões, a ANATEL colocou, dentre outras questões, o seu entendimento de que os artesanais deveriam ser certificados por força da LGT, a Lei Geral de Telecomunicações. Diante desta posição, a LABRE tem insistido na necessidade da isenção dos artesanais a partir de mais argumentações e colocações históricas sobre decisões já tomadas pela Anatel em favor da isenção, inclusive com base na Resolução 697/2018, na qual consta de forma clara no Parágrafo único do seu Artigo 13º que temos sim a pleiteada isenção.

Toda essa argumentação foi exposta no Ofício Nº 44 da LABRE que complementou o anterior e foi discutida na reunião com o Superintendente de Outorga e Recursos à Prestação e demais presentes, realizada no dia 29 de dezembro. Ao cabo da reunião, mediante as tratativas nela acertadas, foi protocolado mais um ofício, o de Nº 46, no qual a LABRE novamente complementa as argumentações dos ofícios anteriores com o parecer dado pela Procuradoria Especializada da República e outras citações.

A LABRE aguarda a resposta da ANATEL, na expectativa de que a Agência acate as nossas argumentações e possa isentar a todos os radioamadores que constroem seus próprios equipamentos de ter de realizar este trâmite legal, ou seja, a homologação, pois entendemos que não há razão para tal exigência.

Abaixo, você pode ler/baixar os ofícios da LABRE e conferir nosso trabalho.

Ofício Nº 17
Oficio 017 Reuniao ANATEL_V4

Ofício Nº 44
Oficio 044 ANATEL Complemento Of_17

Ofício Nº 46
Oficio 046 ANATEL Complemento Of_17e44

LABRE: Sempre a favor do Radioamadorismo Brasileiro.