A LABRE, através do seu grupo de Gestão e Defesa Espectral, participou no último mês de debates sobre a atualização da norma técnica internacional CISPR-11 da Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC).

As discussões também envolveram grupos de trabalhos na União Internacional de Radioamadorismo (IARU), União Internacional de Telecomunicações (UIT), Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e no Comitê Brasileiro de Eletricidade, Eletroeletrônica, Iluminação e Telecomunicações (Cobei).

As mudanças buscavam incluir na norma os equipamentos de energia elétrica sem fios para veículos elétricos (WPT-EV). No entanto os quesitos técnicos então propostos para o WPT-EV foram considerados inapropriados por várias administrações e as alterações também desconsideravam decisões tomadas na Conferência Mundial de Radiocomunicações de 2019 pela continuidade dos estudos na UIT visando maior proteção dos serviços de radiocomunicações.

As discussões surtiram efeito: o Brasil e a maioria dos países representados na IEC posicionaram-se pela rejeição da atualização. Se a norma fosse adotada com as modificações propostas ela poderia estimular uma adoção precipitada da nova tecnologia, com maior risco de interferências nas faixas de rádio. Os debates agora continuam na IEC e UIT.

Seja você também um associado da LABRE. Informações em https://www.labre.org.br

LABRE/GDE, 5 de junho 2020.
https://www.labre.org.br