Conforme temos divulgado, a LABRE tem se reunido com a ANATEL recentemente para tratar de diversos temas sensíveis ao Radioamadorismo, tais como “Homologação de Equipamentos Artesanais” e a obrigatoriedade do uso de cabos e conectores homologados, conforme consta na matéria publicada no QTC da LABRE de fevereiro. Hoje, 23/02/2021, a LABRE protocolou ofício sobre um tema que tem causado bastante repercussão a nível nacional: a mudança nos trâmites necessários para tornar-se radioamador.

Em que pese a excelente novidade das provas online, tema sugerido pela LABRE e acatado pela Agência ano passado, muitos simpatizantes do radioamadorismo têm enfrentado uma verdadeira “via crucis” para obterem o tão desejado indicativo e operarem legalmente em nossas faixas, incluindo dificuldade com os sistemas e website da ANATEL, a necessidade de se cadastrar em vários sistemas diferentes, cada um com exigências diferentes, a demora excessiva e a falta de comunicação por parte da ANATEL, dentre muitos outros problemas. Além destes, os próprios radioamadores que têm passado pelo processo para progressão de classe também têm relatado diversos problemas semelhantes.

Isto foi abordado no documento protocolado junto à ANATEL, bem como foi relatado um caso real das dificuldades enfrentadas por um colega recentemente aprovado nos exames online até finalmente receber sua licença, corroborando os problemas elencados. Para ler o ofício, veja mais abaixo ou clique aqui.

A LABRE reitera seu compromisso com o fomento e a defesa do Radioamadorismo Nacional, incluindo nossa disposição de prosseguir até às últimas instâncias para que estes e quaisquer outros empecilhos sejam devidamente removidos. Nosso objetivo é de que tanto os radioamadores quanto os que pretendem ingressar no serviço possam desfrutar do nosso hobby de forma muito mais simplificada e menos burocrática.

Oficio 050 ANATEL exames de ingresso ao RA