Por Edson Pereira, PY2SDR e Alisson Teles, PR7GA

A ANATEL solicitou neste mês de maio uma reunião com a LABRE para dialogar sobre a realização das provas online, já que enfrenta problemas para atender à grande demanda de pessoas de todo o país que desejam tornar-se radioamadores ou progredir de classe. A ANATEL mencionou que conta com poucos examinadores, bem como limitações técnicas na plataforma de aplicação das provas online, o Microsoft TEAMS, que impede de avançar mais no atendimento desta demanda.

A reunião ocorreu de forma remota no dia 19/05/2021, contando com a presença de dirigentes da ANATEL e da LABRE.

Durante a reunião, a LABRE comentou que, além do problema do número pequeno de agendamentos e realizações das provas, existe um outro problema, ainda mais sério, com a atual complexidade e morosidade nos vários sistemas para o licenciamento de estações, o que tem causado muito estresse e frustração aos candidatos – a ponto de provocar a desistência de obterem seus indicativos ou licenciarem suas estações. A LABRE apresentou várias observações sobre este processo, que tem sido longo, extremamente complexo e burocrático.

A ANATEL propôs um mutirão para realização de provas e a LABRE se colocou à disposição em auxiliar na iniciativa, incluindo na aplicação das provas online ou até mesmo presenciais, se for o caso. A sugestão será apresentada ao Conselho Diretor da LABRE na próxima reunião do CD em 10/06 para apreciação.

A LABRE também comentou sobre a necessidade da revisão da Resolução 449/2006 e da revisão do conteúdo das provas para se adequarem melhor à realidade atual do radioamadorismo. A ANATEL respondeu que a revisão da principal normal que rege o radioamadorismo brasileiro está sendo trabalhada e a revisão das provas será tema de trabalho em futuro próximo.

Novas reuniões serão realizadas em breve e a LABRE divulgará os resultados dos temas tratados assim que possível.