A Consulta Pública n.51 da Anatel, tomada de subsídios para buscar elementos que auxiliem na futura atualização do Regulamento do Uso do Espectro, será encerrada na próxima terça-feira dia 18/08/2020.

Entre vários temas a serem abordados está o possível tratamento regulatório para as emissões não intencionais. De maneira sucinta as fontes de emissões não intencionais são aquelas derivadas de equipamentos que não foram concebidos para emissão de rádio frequências, mas devido às características de sua eletrônica embarcada e rede interconectada, acabam emitindo rádio frequências e perturbações elétricas com potencial de provocar interferências nos serviços de telecomunicações e aumento no nível de ruído radioelétrico.

São exemplos clássicos desses produtos interferentes os eletrodomésticos, lâmpadas econômicas, LED, fontes chaveadas, controladores de potência, inversores, retificadores, etc.

Informações gerais sobre essa tomada de subsídios podem ser encontradas neste link. Orientações para participar desta consulta pública poderão ser encontradas neste link.

Seja você também um associado LABRE. Informações em https://www.labre.org.br